sexta-feira, 28 de março de 2014

30 coisas que você deve parar de fazer a si Mesmo

Achei num site essas dicas valiosas e como estou de acordo com elas, resolvi compartilhá-las com vocês! Espero que gostem...
 ________________________________________________________________________
Marc e Angel, dois escritores passionais, life-hackers e “admiradores do espírito humano”, chegaram a uma lista de 30 coisas que você parar de fazer a si mesmo. Se você gosta da listagem deles, visite o site deles e se inscreva em sua surpreendente lista de novidades.
#1. Pare de perder tempo com as pessoas erradas. – A vida é muito curta para perder tempo com pessoas que sugam a sua alegria para fora de você. Se alguém quer você em sua vida, eles vão criar espaço para você. Você não deveria ter que lutar por um lugar. Nunca, jamais insista em aparecer diante de alguém que subestima o seu valor. E lembre-se, seus verdadeiros amigos não são as pessoas que estão ao seu lado quando você está vivendo seus melhores dias, mas sim aqueles que permanecem mesmo nos piores momentos.
#2. Pare de fugir dos seus problemas. – Encare-os de frente. Não, não vai ser fácil. Não há ninguém no mundo capaz de sair ileso de cada pancada que leve. Não é esperado que estejamos aptos a imediatamente resolver quaisquer problemas.  Simplesmente não somos feitos desta forma. Na verdade, somos feitos para nos irritarmos, nos entristecermos, nos machucarmos, tropeçarmos e cairmos. E é por isto ser a razão mesma de viver – encarar problemas, aprender, se adaptar, e resolvê-los ao longo do tempo. Isso é o que efetivamente nos molda na pessoa que nos tornamos.
#3. Pare de mentir para si mesmo. – Você pode mentir para qualquer outra pessoa no mundo, mas você não consegue mentir para si mesmo. Nossas vidas melhoram apenas quando arriscamos encarar as oportunidades, e a primeira e mais difícil oportunidade que podemos encarar é sermos honestos conosco mesmos.
#4. Pare de colocar as suas necessidades em segundo plano. – A coisa mais dolorosa é perder-se de si mesmo no processo de “amar” alguém demais, e esquecer de que você é especial, também. Sim, ajude aos outros; Mas ajude-se também. Se existe um momento para correr atrás de sua paixão e fazer algo que realmente importa para você mesmo,este momento é agora.
#5. Pare de tentar ser alguém que você não é.  – Um dos maiores desafios na vida é ser você mesmo em um mundo que tenta fazê-lo igual a todos os outros. Alguém sempre vai ser mais bonito, alguém sempre será mais esperto, alguém sempre será mais jovem, mas eles jamais serão você. Não mude para que os outros passem a gostar de você. Seja você mesmo e as pessoas certas vão amar quem você é de verdade.
#6. Pare de se apegar ao passado. - Você não pode iniciar o próximo capítulo da sua vida se você continua relendo o anterior.
#7. Pare de ter medo de cometer erros. – Fazer algo e falhar é ao menos dez vezes mais produtivo do que não fazer nada. Todo sucesso deixa uma trilha de falhas atrás de si, e cada falha é um passo rumo ao sucesso. Você acaba se arrependendo muito mais das coisas que NÃO fez, do que daquelas que fez.
#8. Pare de se reprender por velhos tropeços. - Nós podemos amar a pessoa errada e chorar sobre as coisas erradas, mas não importa o quão erradas as coisas se tornem, uma coisa é certa, os enganos nos ajudam encontrar a pessoa e as coisas que são certas para nós. Todos cometemos enganos, temos tropeços e mesmo nos arrependemos das coisas em nosso passado. Mas você não é seus enganos, nem seus tropeços, e você está aqui AGORA com o poder de definir o seu dia e o seu futuro. Toda e cada coisa que aconteceu na sua vida está te preparando para um momento que ainda virá.
#9. Pare de tentar comprar felicidade. - Muitas das coisas que desejamos são caras. Mas a verdade é que, as coisas que realmente nos satisfazem, são totalmente grátis – amor, risadas e trabalhar naquilo que nos apaixona.
#10. Pare de procurar a felicidade exclusivamente nos outros. – Se você não está feliz com quem você é por dentro, você tampouco será feliz em um relacionamento de longo prazo com quem quer que seja. Você precisa criar estabilidade na própria vida em primeiro lugar, antes que possa compartilhá-la com mais alguém.
#11. Pare de ficar ocioso. - Não pense demais ou você criará um problema que nem existia, para começar. Avalie as situações e tome ações decisivas. Você não pode mudar o que se recusa a encarar. Progredir envolve assumir riscos. Ponto! Você não pode andar até a segunda base e manter o seu pé ainda na primeira.
#12. Pare de pensar que você não está pronto. - Ninguém realmente se sente 100% pronto quando uma oportunidade aparece. E isto acontece porque as mais grandiosas oportunidades na vida nos forçam a crescer além das nossas zonas de conforto, o que significa que não estaremos totalmente confortáveis, no início.
#13. Pare de se envolver em relacionamentos pelas razões erradas. – Relacionamentos devem ser escolhidos com sabedoria. É melhor estar só do que em má companhia. Não há necessidade de pressa. Se alguma coisa deve ser, ela acontecerá – no seu tempo certo, com a pessoa certa e pela melhor das razões. Se apaixone quando estiver pronto, não quando estiver solitário.
#14. Pare de rejeitar novas relações por que as antigas não funcionaram. – Na vida você perceberá que existe um propósito em conhecer cada pessoa que você conhece. Alguns testarão você, outros te usarão, e outros te ensinarão. Mas, o que é mais importante, alguns despertarão o que há de melhor em você.
#15. Pare de tentar competir com todo mundo. - Não se preocupe com o que os outros fazem melhor do que você. Concentre-se em bater os seus próprios recordes todos os dias. O sucesso é uma batalha travada apenas entre VOCÊ e VOCÊ MESMO.
#16. Pare de ter inveja dos outros. – A inveja é a arte de contar as bençãos alheias, ao invés das próprias. Se pergunte o seguinte: “O que é que eu tenho que todas as outras pessoas desejam?”
#17. Pare de reclamar e sentir pena de si mesmo. – As “bolas com efeito” da vida são jogadas por um motivo – para mudar o seu caminho numa direção que se destina a você. Você pode não ver ou entender tudo no momento em que isto acontece, e pode ser difícil. Mas pense naquelas “bolas curvas” negativas que foram jogadas para você no passado. Você frequentemente perceberá que no final elas te levaram a melhores lugares, pessoas, estados de espírito, ou situações. Então sorria! Deixe todos saberem que hoje você é mais forte do que era ontem, e então você será.
#18. Pare de guardar rancor. – Não viva a sua vida com ódio no coração. Você acabará machucando a si próprio muito mais do que as pessoas que você odeia. Perdoar não é dizer “o que você fez de errado comigo não tem importância”, é dizer “eu não vou permitir que o que você fez comigo seja a ruína eterna da minha felicidade”. Perdoar é a resposta… desapegue, encontre paz e liberte-se! E lembre-se, o perdão não é apenas para as outras pessoas, é para si mesmo também. E você deve perdoar-se, seguir em frente e tentar fazer melhor na próxima vez.
#19. Pare de deixar os outros te rebaixarem ao nível deles. – Recuse-se em baixar os seus padrões de qualidade para acomodar aqueles que se recusam a elevar os deles.
#20. Pare de perder tempo se explicando aos outros. – De toda forma, seus amigos não precisam e seus inimigos não vão acreditar. Apenas faça o que seu coração aponta como o caminho certo.
#21. Pare de fazer as mesmas coisas de novo e de novo sem uma pausa. - A hora certa de respirar profundamente é quando você não tem tempo pra isso. Se você continuar insistindo no que está fazendo, você vai continuar obtendo o mesmo resultado. Às vezes, você precisa se distanciar um pouco para ver as coisas mais claramente.
#22. Pare de negligenciar a beleza dos pequenos momentos. – Aproveite  as pequenas coisas, pois um dia você pode olhar para trás e descobrir que elas eram as grandes coisas. A melhor porção da sua vida será composta dos pequenos e inomináveis momentos que você passa sorrindo junto de alguém  importante pra você.
#23. Pare de tentar alcançar a perfeição. – O mundo real não recompensa o perfeccionismo, ele recompensa as pessoas que conseguem fazer as coisas.
#24. Pare de seguir o caminho do menor esforço. – A vida não é fácil, especialmente quando você planeja alcançar algo de valor. Não pegue o caminho mais fácil. Faça algo extraordinário.
#25. Pare de agir como se tudo estivesse bem, quando não está. – É perfeitamente normal desmoronar por um breve período. Você nem sempre precisa fingir que é o mais forte, nem constantemente tentar provar que tudo está indo bem. Você tampouco deveria se preocupar com o que os outros pensam – chore se precisar – é saudável colocar suas lágrimas para fora. Quanto mais cedo você o fizer, mais cedo você estará apto a sorrir genuinamente de novo.
#26. Pare de culpar os outros pelos seus próprios problemas. - A dimensão com que você conseguirá realizar seus sonhos depende da dimensão com que você assume responsabilidade pela própria vida. Quando você culpa os outros pelo que você está passando, você nega responsabilidade – você dá aos outros poder sobre aquela parte da sua vida.
#27. Pare de tentar ser tudo para todos. – Alcançar isto é impossível, e tentar apenas te levará ao esgotamento. Mas fazer uma pessoa sorrir PODE mudar o mundo. Talvez não todo o mundo, mas o mundo dela. Então estreite o seu foco.
#28. Pare de se preocupar demais. – A preocupação não removerá os obstáculos do amanhã, mas removerá as delícias do dia de hoje. Um modo de verificar se algo vale o esforço de super ponderar a respeito é se fazer a seguinte pergunta: “Isso importará daqui a um ano? Três anos? Cinco anos?”. Se não, então não é nada que valha o esforço de preocupar-se.
#29. Pare de focar naquilo que você não quer que aconteça. – Foque naquilo que você quer que aconteça. Pensamento positivo está na dianteira de todo grande história de sucesso. Se você acordar toda manhã com o pensamento de que algo maravilhoso acontecerá na sua vida hoje, e você prestar muita atenção, você com frequência descobrirá que tem razão.
#30. Pare de ser ingrato. – Não importa o quão bom ou o quão ruins as coisas  estejam, acorde todo dia grato pela sua vida. Alguém em algum lugar está desesperadamente lutando pela própria vida. Ao invés de pensar naquilo que falta, tente pensar em tudo aquilo que você já tem e que quase todo mundo sente falta.

Fonte: http://www.lifebuzz.com/pt-br/30-coisas/

sábado, 7 de dezembro de 2013

Projeto Literário de J.J. Abrams (criador de Lost)

Pessoal, estava fuçando na internet e acabei descobrindo uma notícia super legal para os adoradores de livros! Vejam só:

'S' é um projeto experimental que explora o objeto livro e o formato impresso de uma maneira interativa e sensorial.
"J. J. Abrams é o criador de Lost e diretor de diversas produções de sucesso na televisão e no cinema, como Star Wars e Star Trek. Mas seu último projeto é na literatura.
Batizada de S, sua obra de estreia redigida em parceria com o escritor Doug Dorst foi lançada recentemente nos Estados Unidos, onde está dando o que falar. S é um projeto experimental que explora o objeto livro e o formato impresso de uma maneira interativa e sensorial.
O leitor recebe uma caixa fechada e ao abri-la encontra o romance Ship of Theseus, atribuído ao enigmático escritor V. M. Straka e que teria sido publicado em 1949 romance e autor são fictícios.
Ao folhear suas páginas, existem anotações soltas na margem, como se fossem feitas à caneta e com diferentes caligrafias. Aos poucos, uma segunda trama emerge e se descobre que o livro foi encontrado por dois estudantes e que o professor deles pode estar em perigo em um navio misterioso.
As histórias devem ser decifradas pelo leitor, que também consegue pistas em outros itens da caixa como cartões-postais (um deles traz pontos turísticos do Brasil), uma bússola, um mapa desenhado num guardanapo e recortes de jornais.
O quebra-cabeça literário será publicado no Brasil em 2014 pela editora Intrínseca".
Não é super legal?
Eu super amei essa ideia de desvendar a história por mim mesma... E será que seria possível várias interpretações do que que se passa?
E você que adora ler, o que acha desse novo método de leitura investigativa?

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Cuidado com os Burros Motivados

A revista Isto é publicou esta entrevista por Camilo Vanucci, li, gostei e resolvi compartilhar.

O entrevistado é Roberto Shinyashiki, médico psiquiatra, com Pós-Graduação em administração de empresas pela USP, consultor organizacional e conferencista de renome nacional e internacional.

Em “Heróis de Verdade”, o escritor combate a supervalorização das Aparências, diz que falta ao Brasil competência, e não auto-estima.
Observador contumaz das manias humanas, Roberto Shinyashiki está cansado dos jogos de aparência que tomaram conta das corporações e das famílias. Nas entrevistas de emprego, por exemplo, os candidatos repetem o que imaginam que deve ser dito. Num teatro constante, são todos felizes, motivados, corretos, embora muitas vezes pequem na competência. Dizem-se perfeccionistas: ninguém comete falhas, ninguém erra. Como Álvaro de Campos (heterônimo de Fernando Pessoa) em Poema em linha reta, o psiquiatra não compartilha da síndrome de super-heróis. “Nunca conheci quem tivesse levado porrada na vida (...) Toda a gente que eu conheço e que fala comigo nunca teve um ato ridículo, nunca sofreu enxovalho, nunca foi senão príncipe”, dizem os versos que o inspiraram a escrever Heróis de verdade (Editora Gente, 168 págs., R$ 25). Farto de semideuses, Roberto Shinyashiki faz soar seu alerta por uma mudança de atitude. “O mundo precisa de pessoas mais simples e verdadeiras.”
ISTOÉ – Quem são os heróis de verdade?
Roberto Shinyashiki — Nossa sociedade ensina que, para ser uma pessoa de sucesso, você precisa ser diretor de uma multinacional, ter carro importado, viajar de primeira classe.

O mundo define que poucas pessoas deram certo. Isso é uma loucura.
Para cada diretor de empresa, há milhares de funcionários que não chegaram a ser gerentes.

E essas pessoas são tratadas como uma multidão de fracassados.

Quando olha para a própria vida, a maioria se convence de que não valeu a pena porque não conseguiu ter o carro nem a casa maravilhosa.

Para mim, é importante que o filho da moça que trabalha na minha casa possa se orgulhar da mãe. O mundo precisa de pessoas mais simples e transparentes.

Heróis de verdade são aqueles que trabalham para realizar seus projetos de vida, e não para impressionar os outros.

São pessoas que sabem pedir desculpas e admitir que erraram.

ISTOÉ — O Sr. citaria exemplos?
Roberto Shinyashiki — Quando eu nasci, minha mãe era empregada doméstica e meu pai, órfão aos sete anos,empregado em uma farmácia. Morávamos em um bairro miserável em São Vicente (SP) chamado Vila Margarida. Eles são meus heróis. Conseguiram criar seus quatro filhos, que hoje estão bem.

Acho lindo quando o Cafu põe uma camisa em que está escrito “100% Jardim Irene”.

É pena que a maior parte das pessoas esconda suas raízes.

O resultado é um mundo vítima da depressão, doença que acomete hoje 10% da população americana.

Em países como Japão, Suécia e Noruega, há mais suicídio do que homicídio. Por que tanta gente se mata?

Parte da culpa está na depressão das aparências, que acomete a mulher que, embora não ame mais o marido, mantém o casamento, ou o homem que passa décadas em um emprego que não o faz se sentir realizado, mas o faz se sentir seguro.


ISTOÉ — Qual o resultado disso?
Roberto Shinyashiki — Paranóia e depressão cada vez mais precoces.

O pai quer preparar o filho para o futuro e mete o menino em aulas de inglês, informática e mandarim. Aos nove ou dez anos a depressão aparece.

A única coisa que prepara uma criança para o futuro é ela poder ser criança.
Com a desculpa de prepará-los para o futuro, os malucos dos pais estão roubando a infância dos filhos.

Essas crianças serão adultos inseguros e terão discursos hipócritas.

Aliás, a hipocrisia já predomina no mundo corporativo.
ISTOÉ – Por quê?
Roberto Shinyashiki — O mundo corporativo virou um mundo de faz-de-conta, a começar pelo processo de recrutamento.

É contratado o sujeito com mais marketing pessoal.

As corporações valorizam mais a auto-estima do que a competência.

Sou presidente da Editora Gente e entrevistei uma moça que respondia todas as minhas perguntas com uma ou duas palavras.

Disse que ela não parecia demonstrar interesse. Ela me respondeu estar muito interessada, mas, como falava pouco, pediu que eu pesasse o desempenho dela, e não a conversa.

Até porque ela era candidata a um emprego na contabilidade, e não de relações públicas. Contratei-a na hora.
Num processo clássico de seleção, ela não passaria da primeira etapa.


ISTOÉ — Há um script estabelecido?
Roberto Shinyashiki — Sim. Quer ver uma pergunta estúpida feita por um Presidente de multinacional no programa O aprendiz? “Qual é seu defeito?”

Todos respondem que o defeito é não pensar na vida pessoal:
“Eu mergulho de cabeça na empresa. Preciso aprender a relaxar”.
É exatamente o que o Chefe quer escutar.

Por que você acha que nunca alguém respondeu ser desorganizado ou esquecido?

É contratado quem é bom em conversar, em fingir. Da mesma forma, na maioria das vezes, são promovidos aqueles que fazem o jogo do poder.

O vice-presidente de uma as maiores empresas do planeta me disse:
“Sabe, Roberto, ninguém chega à vice-presidência sem mentir”.

Isso significa que quem fala a verdade não chega a diretor?
ISTOÉ — Temos um modelo de gestão que premia pessoas mal preparadas?
Roberto Shinyashiki — Ele cria pessoas arrogantes, que não têm a humildade de se preparar, que não têm capacidade de ler um livro até o fim e não se preocupam com o conhecimento.

Muitas equipes precisam de motivação, mas o maior problema no Brasil é competência.

CUIDADO COM OS BURROS MOTIVADOS!

Há muita gente motivada fazendo besteira.
Não adianta você assumir uma função para a qual não está preparado.

Fui cirurgião e me orgulho de nunca um paciente ter morrido na minha mão.

Mas tenho a humildade de reconhecer que isso nunca aconteceu graças a meus chefes, que foram sábios em não me dar um caso para o qual eu não estava preparado.

Hoje, o garoto sai da faculdade achando que sabe fazer uma neurocirurgia.

O Brasil se tornou incompetente e não acordou para isso.

ISTOÉ — Está sobrando auto-estima?
Roberto Shinyashiki — Falta às pessoas a verdadeira auto-estima.

Se eu preciso que os outros digam que sou o melhor, minha auto-estima está baixa.
Antes, o ter conseguia substituir o ser.

O cara mal-educado dava uma gorjeta alta para conquistar o respeito do garçom.

Hoje, como as pessoas não conseguem nem ser nem ter, o objetivo de vida se tornou parecer.

As pessoas parecem que sabem, parece que fazem, parece que acreditam.

E poucos são humildes para confessar que não sabem.

Há muitas mulheres solitárias no Brasil que preferem dizer que é melhor assim.

Embora a auto-estima esteja baixa, fazem pose de que está tudo bem.
ISTOÉ — Por que nos deixamos levar por essa necessidade de sermos perfeitos em tudo e de valorizar a aparência?
Roberto Shinyashiki — Isso vem do vazio que sentimos. A gente continua valorizando os heróis.
Quem vai salvar o Brasil? O Lula.
Quem vai salvar o time? O técnico.
Quem vai salvar meu casamento? O terapeuta.

O problema é que eles não vão salvar nada! Tive um professor de filosofia que dizia:
“Quando você quiser entender a essência do ser humano, imagine a rainha Elizabeth com uma crise de diarréia durante um jantar no Palácio de Buckingham”. Pode parecer incrível, mas a rainha Elizabeth também tem diarréia. Ela certamente já teve dor de dente, já chorou de tristeza, já fez coisas que não deram certo.

A gente tem de parar de procurar super-heróis. Porque se o super-herói não segura a onda, todo mundo o considera um fracassado.
ISTOÉ — O conceito muda quando a expectativa não se comprova?
Roberto Shinyashiki — Exatamente. A gente não é super-herói nem superfracassado. A gente acerta, erra, tem dias de alegria e dias de tristeza. Não há nada de errado nisso.

Hoje, as pessoas estão questionando o Lula em parte porque acreditavam que ele fosse mudar suas vidas e se decepcionaram.

A crise será positiva se elas entenderem que a responsabilidade pela própria vida é delas.
ISTOÉ — Muitas pessoas acham que é fácil para o Roberto Shinyashiki dizer essas coisas, já que ele é bem-sucedido. O senhor tem defeitos?
Roberto Shinyashiki — Tenho minhas angústias e inseguranças. Mas aceitá-las faz minha vida fluir facilmente.

Há várias coisas que eu queria e não consegui. Jogar na Seleção Brasileira, tocar nos Beatles (risos).

Meu filho mais velho nasceu com uma doença cerebral e hoje tem 25 anos. Com uma criança especial, eu aprendi que ou eu a amo do jeito que ela é ou vou massacrá-la o resto da vida para ser o filho que eu gostaria que fosse. Quando olho para trás, vejo que 60% das coisas que fiz deram certo.

O resto foram apostas e erros.

Dia desses apostei na edição de um livro que não deu certo. Um amigão me perguntou:
Quem decidiu publicar esse livro?”

Eu respondi que tinha sido eu. O erro foi meu. Não preciso mentir.
ISTOÉ – Como as pessoas podem se livrar dessa tirania da aparência?
Roberto Shinyashiki — O primeiro passo é pensar nas coisas que fazem as pessoas cederem a essa tirania e tentar evitá-las.

São três fraquezas.
A primeira é precisar de aplauso, a segunda é precisar se sentir amada e a terceira é buscar segurança.

Os Beatles foram recusados por gravadoras e nem por isso desistiram.

Hoje, o erro das escolas de música é definir o estilo do aluno.

Elas ensinam a tocar como o Steve Vai, o B. B. King ou o Keith Richards.

Os MBAs têm o mesmo problema: ensinam os alunos a serem covers do Bill Gates.

O que as escolas deveriam fazer é ajudar o aluno a desenvolver suas próprias potencialidades.
ISTOÉ — Muitas pessoas têm buscado sonhos que não são seus?
Roberto Shinyashiki — A sociedade quer definir o que é certo. São quatro loucuras da sociedade.

- A primeira é instituir que todos têm de ter sucesso, como se ele não tivesse significados individuais.
- A segunda loucura é: Você tem de estar feliz todos os dias.
- A terceira é: Você tem que comprar tudo o que puder. O resultado é esse consumismo absurdo.
- Por fim, a quarta loucura: Você tem de fazer as coisas do jeito certo.

Jeito certo não existe!

Não há um caminho único para se fazer as coisas. As metas são interessantes para o sucesso, mas não para a felicidade.

Felicidade não é uma meta, mas um estado de espírito!

Tem gente que diz que não será feliz enquanto não casar, enquanto outros se dizem infelizes justamente por causa do casamento.

Você pode ser feliz tomando sorvete, ficando em casa com a família ou com amigos verdadeiros, levando os filhos para brincar ou indo a praia ou ao cinema.

Quando era recém-formado em São Paulo, trabalhei em um hospital de pacientes terminais. Todos os dias morriam nove ou dez pacientes. Eu sempre procurei conversar com eles na hora da morte.

A maior parte pega o médico pela camisa e diz: “Doutor, não me deixe morrer. Eu me sacrifiquei a vida inteira, agora eu quero aproveitá-la e ser feliz”.

Eu sentia uma dor enorme por não poder fazer nada.

Ali eu aprendi que a felicidade é feita de coisas pequenas.

Ninguém na hora da morte diz se arrepender por não ter aplicado o dinheiro em imóveis ou ações, mas sim de ter esperado muito tempo ou perdido várias oportunidades para aproveitar a vida .


segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Guia de Presentes SIGMA! - Mais Vendidos

Olá pessoal!
O Natal está chegando... Férias, família, amigos secretos, presentes e mais presentes... E nessa hora a gente se pergunta: O que dar de presente para meus amigos e familiares?

Esse é um Guia com produtos exclusivos da Sigma Beauty para ajudar a te orientar nesse momento tão difícil e gostoso ao mesmo tempo... Vamos lá?

Hoje trago os produtos:
- Pincéis
             Pincel E25
CLIQUE AQUI - E25 - Pincel de Esfumar - U$12,00
                 Pincel F80
CLIQUE AQUI - F80 - Pincel de Base (topo reto) - U$21,00
- Kit de Pincéis
       Essencial Kit
CLIQUE AQUI - Kit com 12 pincéis, sendo 7 para a área dos olhos e 5 para o rosto - U$139,00.
E05 - Eye Liner - Pincel Delineador
E30 - Pencil - Pincel Lápis
E40 - Tapered Blending - Pincel de Esfumar
E55 - Eye Shading - Pincel depositador de sombra pequeno
E60 - Large Shader - Pincel depositador de sombra maior
E65 - Small Angle - Pincel Delineador Reto
E70 - Medium Angled Shading - Pincel depositador de sombra angular
F30 - Large Powder - Pincel de Pó grande
F40 - Large Angled Contour - Pincel de Blush
F50 - Duo Fibre - Pincel duas fibras
F60 - Foundation - Pincel de Base
F70 - Concealer - Pincel de Corretivo
          Mr. Bunny Kit
 CLIQUE AQUI - Kit com 12 pincéis com cerdas sintéticas, sendo 7 para a área dos olhos e 5 para o rosto - U$155,00.
E05 - Eye Liner - Pincel Delineador
E30 - Pencil - Pincel Lápis
E40 - Tapered Blending - Pincel de Esfumar
E55 - Eye Shading - Pincel depositador de sombra pequeno
E60 - Large Shader - Pincel depositador de sombra maior
E65 - Small Angle - Pincel Delineador Reto
E70 - Medium Angled Shading - Pincel depositador de sombra angular
F30 - Large Powder - Pincel de Pó grande
F40 - Large Angled Contour - Pincel de Blush
F50 - Duo Fibre - Pincel duas fibras
F60 - Foundation - Pincel de Base
F70 - Concealer - Pincel de Corretivo
            Performance Eyes Kit

CLIQUE AQUI - Kit de pincéis de precisão para a área dos olhos. Para fazer aquele olho super elaborado - U$75,00
- Acessórios
               Copo de Guardar Pincéis

CLIQUE AQUI - Copo para guardar e transportar pincéis - U$25,00

E nas compras acima de U$30,00 (trinta dólares) você ainda ganha um super brinde. Em Novembro o brinde é:
Gostaram das dicas?
Se eu ganhasse qualquer um desses presentes seria maravilhoso!
Os produtos 
Sigma Beauty são de uma qualidade incomparável! Acredite!

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

Guia de Presentes SIGMA! - Abaixo de 50 Dólares

Olá pessoal!
O Natal está chegando... Férias, família, amigos secretos, presentes e mais presentes... E nessa hora a gente se pergunta: O que dar de presente para meus amigos e familiares?

Esse é um Guia com produtos exclusivos da Sigma Beauty para ajudar a te orientar nesse momento tão difícil e gostoso ao mesmo tempo... Vamos lá?

Hoje trago os produtos:

- Pincéis Individuais
Alguns exemplos de pincéis mais importantes para uma boa maquiagem na minha opinião são esses:

CLIQUE AQUI - F80 - Pincel para Base (Topo Reto) - U$21,00  
CLIQUE AQUI - F82 - Pincel para Base (Topo Arredondado) - U$21,00
CLIQUE AQUI - P80 - Pincel para Corretivo (Topo Reto) - U$18,00
CLIQUE AQUI - P82 - Pincel para Corretivo (Topo Arredondado) - U$18,00
CLIQUE AQUI - P86 - Pincel para Corretivo (Topo Pontiagudo) - U$18,00
CLIQUE AQUI - F50 - Pincel Duo Fibre (Duas Fibras) - U$23,00
CLIQUE AQUI - F10 - Pincel para Pó - U$21,00
CLIQUE AQUI - F40 - Pincel para Blush - U$19,00

Para encontrar todas as opções disponíveis CLIQUE AQUI.
Os preços variam entre U$12,00 e U$46,00 dólares... 

- Sombras
São 37 opções de cores diferentes para você arrasar no presente! Cada sombra individual custa U$11,00 (onze dólares).
Para encontrar todas as opções de sombras disponíveis CLIQUE AQUI.

- Acessórios
CLIQUE AQUI - Spa Glove (Luva para lavar os pincéis) - U$35,00
CLIQUE AQUI Dry'n Shape (Acessório para secar os pincéis de 4 a 6 horas) - U$32,00

E nas compras acima de U$30,00 (trinta dólares) você ainda ganha um super brinde. Em Novembro o brinde é:

Gostaram das dicas?
Se eu ganhasse qualquer um desses presentes seria maravilhoso!
Os produtos 
Sigma Beauty são de uma qualidade incomparável! Acredite!

segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Mantendo a Simplicidade


Nos últimos meses, o conceito de se desfazer de supérfluos, simplificar e chegar ao fundo do verdadeiro significado de integridade, se tornaram temas pessoais muito fortes. Para muitas pessoas, há uma iniciativa para novamente examinar antigos padrões que continuam a funcionar alegremente bem apesar de anos de autoexame. Talvez sob a administração de uma nova energia global, haja uma sensação de poder nos soltar de coisas que no passado nos serviram muito bem num certo nível, apesar dessas coisas servirem de desculpa para nos tornarmos pequenos em outro nível.

Outro dia por acaso encontrei "Os Quatro Contratos" de Don Miguel Ruiz e isso fez com que eu identificasse um desejo de efetuar uma redução; simplificar, me tornar mais real como um participante deste mundo e começar a operar de maneira mais autêntica.

Através desses 4 princípios básicos, podemos literalmente mudar a maneira como nós seres humanos operamos neste mundo.

"1 - Seja impecável com suas Palavras: Fale com integridade. Diga apenas aquilo que realmente sente. Evite usar a Palavra para se diminuir ou para fazer fofoca sobre outros. Use o poder da Palavra com verdade e amor.



2 - Não leve Tudo para o Lado Pessoal: Nada do que os outros fazem é por sua causa. O que os outros dizem ou fazem é uma projeção de suas próprias realidades, seus próprios sonhos. Ao se tornar imune às opiniões e ações de outros, não se tornará uma vítima de sofrimento em vão.


3 - Não Faça Suposições: Encontre coragem para fazer perguntas e para expressar o que realmente quer. Se comunique com a máxima clareza que puder para evitar mal-entendidos, tristeza e dramas. Você pode transformar sua vida completamente apenas com este contrato.


4 - Sempre Procure Fazer o Melhor Possível: Seu melhor desempenho certamente irá variar de momento para momento; certamente será diferente se estiver bem de saúde ou se estiver doente. Em qualquer circunstância, simplesmente tente fazer o melhor possível e assim evitará auto-julgamento, auto-abuso e arrependimentos".

....................................................................................Don Miguel Ruiz

Como se identifica com eles?
Fique a vontade para fazer comentários, adoraria ouvir o que têm a dizer.

terça-feira, 8 de outubro de 2013

Amigo ou Contato?!

Está cada dia mais difícil responder a esta pergunta, com o mundo globalizado, informações do outro lado do mundo chegando instantaneamente pra gente aqui do lado de cá... Daí você se pergunta: onde estão e quem são os meus amigos?

Sim, a idade chega, os interesses e a correria individual e profissional do dia a dia acabam matando o nosso tempo, o tempo que tínhamos sobrando antes, lá na escola, nos finais de semana, na faculdade (se é que se tem algum tempo quando se faz Arquitetura e Urbanismo), mas a gente sempre se dava ao luxo de estar com eles, papear.

Hoje as amizades são fúteis - mesmo as mais antigas - e as desculpas são fartas!
E você já parou para pensar se você é um AMIGO ou um CONTATO?

Eu achava que era amiga até me mudar de cidade e ver que poucos, muito poucos se preocuparam em estar presentes na minha vida. Alguns só bateram cartão como se fosse uma obrigação e depois... Antes eu me gabava dos amigos que tinha, anos contados e corridos de amizade e que hoje me transformam apenas num 'contato'.

Descobri que sou amiga apenas quando eu chamo! Quando eu convido... Quando meu marido faz comida gostosa lá em casa, quando sou a chata insistente e carente e que demonstro que realmente faz diferença e importância na minha vida estar com determinada(s) pessoa(s). Sou amiga quando tenho carro pra dar 'aquela' carona, quando tenho que dar alguma 'dica' de decoração ou simplesmente pra lembrar o nome daquela música da banda que não se lembram... Sou amiga quando EU ligo!
Lembretes de aniversário em redes sociais facilitam a vida de qualquer amigo/contato. Um "Oi /  Parabéns pra você! / Bom dia!" num chatzinho sem vergonha é tudo o que tenho agora... Acabaram-se os papos, os sorrisos, as conversas sem sentido na mesa do bar. Mas ah! A grana está apertada não dá pra gastar em bares todos os finais de semana mas a minha casa continua vazia...

Agora que estou de volta, alguma coisa mudou? Onde eu errei? Quem sequer errou? Foi apenas o tempo que passou que nos distanciou, ou foi a falta de interesse mesmo?

Tenho contatos mais amigos do que certos amigos e amigos que não passam de meros contatos... Facebook é doença, mas é um mal necessário para estar em contato com os mais distantes e também para distanciar o que estão ainda mais próximos. Desde o início dizia que o tal facebook (o qual relutei para não usar) só servia para causar discórdia e sim, ele ainda o é! Ao ver a festinha que todos foram e você não foi convidado... Ao postarem aquela cerveja na mesa do bar em que você não estava... Ao ver que o mundo continua a acontecer mesmo que você não esteja lá! Ou que tenham se esquecido de te chamar...

Mas ainda mais ele serve... Serve para disseminar a ignorância e a patetice daquele qual você julgava ser super engraçado e divertido. Serve para mostrar o quão analfabetas e alienadas as pessoas ainda são e dentro desse circo de horrores aparecem alguns focos de sanidade, de pessoas que sabem o que querem, lutam por um ideal e compartilham inteligência...

A cada dia que passa eu coloco mais e mais 'contatos' com o status de 'conhecidos' e vou, dessa forma, fechando o meu mundo virtual e ao me deparar com o real o que vejo? Quase ninguém lá e tenho receio... E não medo do que não encontrarei mais lá!
E deixo apenas um recado: Você que se julga meu AMIGO, cuidado! Você já não passa de um simples CONTATO pra mim!